Cloridrato de Ambroxol – Bula, Efeitos Colaterais, Contraindicações

Doenças broncopulmonares, das quais atacam, principalmente, os brônquios e pulmões, estão entre as mais prejudiciais para a vida e dia a dia das pessoas. Entre elas incluem asma, bronquite, pneumonia, tuberculose, câncer do pulmão, gripe, resfriado, rinite, insuficiência respiratória e muitas outras.

Normalmente, grande parte delas, envolve a presença de catarro e secreções no pulmão e nas vias respiratórias, além causar dificuldades para fazer a respiração nos doentes.

Felizmente, diversas substâncias e remédios foram criados e desenvolvidos para serem efetivos contra essas patologias, conseguindo aliviar e tratar seus sintomas.

Entre eles, um medicamento que tem muito destaque, sendo bastante indicado por médicos para seus pacientes, é o Cloridrato de Ambroxol, comercializado tanto como solução oral, para ser aplicado como gotas, tanto como xarope.


Com isso, hoje, nesse artigo, estaremos abordando informações e detalhes presentes em sua bula sobre seu uso, incluindo orientações de contraindicações e precauções a serem seguidas.

Para que serve o Cloridrato de Ambroxol

Como introduzido no texto inicial acima, o medicamento Cloridrato de Ambroxol é indicado diretamente para o tratamento de pacientes que possuem doenças broncopulmonares, tanto agudas, como crônicas. Ele também ajuda na eliminação do acúmulo da secreção nas vias respiratórias, principalmente no peito, e no alívio dos sintomas de tosse e garganta inflamada.

Vale ressaltar que, independe de saber da indicação de uso do remédio, nunca é recomendado tomar por conta próprio o xarope ou solução oral. Busque sempre orientação médica antes de dar início ao tratamento.

Como funciona

O Cloridrato de Ambroxol possui como efeito principal a expectoração, também conhecida como a eliminação do catarro presente nas vias respiratórias. Com essa ação, o medicamento consegue aliviar a tosse e a inflamação na garganta, além de desentupir os brônquios.

A ação expectoração do xarope ou solução oral começa a fazer efeito depois de 2 horas da ingestão do remédio.

Como usar

Cloridrato de Ambroxol

Dose do Cloridrato de Ambroxol é divida para o uso do xarope e para o uso da solução oral em gotas.

XAROPE ADULTO:

Seu uso é via oral.

Para medir corretamente a dose de Cloridrato de Ambroxol xarope é necessário utilizar o copo-medida que vem junto a compra do medicamento.

  • É recomendado para crianças com idade menor do que 2 anos, 2 doses diárias de 2,5 ml.
  • É recomendado para crianças com idade entre 2 a 5 anos, 3 doses diárias de de 2,5 ml.
  • É recomendado para crianças e adolescentes com idade entre 6 a 12 anos, 3 doses diárias de 5 ml.
  • É recomendado para adolescentes e adultos com idade maior do que 12 anos, 3 doses diárias de 5 ml.

SOLUÇÃO ORAL EM GOTAS:

Cada frasco comprado de cloridrato de ambroxol gotas possui um gotejador para aplicação das gotas para aplicação fácil e correta da dose.

  • É recomendado para crianças com idade menor do que 2 anos, 2 doses diárias de 25 gotas.
  • É recomendado para crianças com idade entre 2 a 5 anos, 3 doses diárias de de 25 gotas.
  • É recomendado para crianças e adolescentes com idade entre 6 a 12 anos, 3 doses diárias de 50 gotas.
  • É recomendado para adolescentes e adultos com idade maior do que 12 anos, 3 doses diárias de 150 gotas.

Para a aplicação da solução oral em inalação a dosagem é:

  • É recomendado para crianças com idade menor do que 6 anos, 1 a 2 inalações diárias com 2 ml cada.
  • É recomendado para crianças, adolescente e adultos com idade maior do que 6 anos, 1 a 2 inalações diárias com 2 ml a 3 ml cada.

O médico especialista pode, e deve, fazer as devidas orientações sobre dose, horários de aplicação e duração do tratamento.

Contraindicações

Como todo medicamento, o Cloridrato de Ambroxol xarope ou gotas possui algumas contraindicações que deve ser levadas em conta por todas as pessoas que pretendem iniciar algum tratamento fazendo do seu uso, para não sofrer com reações indesejadas no futuro. As que devem ser seguidas são:

  • Pacientes que tenham hipersensibilidade, alergia ou qualquer outro problema que pode ser causado ou agravado com a administração do Cloridrato de Ambroxol e das substâncias presentes em sua fórmula.
  • O xarope não é indicado para pacientes que sofrem com intolerância à frutose resultado de condições hereditárias.
  • Pacientes diabéticos devem ter cautela ao administrar o medicamento, pois ele contém açúcar.

Efeitos colaterais do Cloridrato de Ambroxol

O tratamento com Cloridrato de Ambroxol xarope ou gotas podem causar algumas reações adversas indesejadas nos pacientes. Os principais efeitos colaterais do medicamento são:

  • Sentir gosto estranho na bola
  • Diminuição da sensibilidade da faringe e da boca
  • Náusea
  • Vômito e diarreia
  • Indigestão
  • Dor na região do Abdômen
  • Boca e garganta seca
  • Erupções cutâneas e urticária
  • Edemas nos lábios, língua e garganta
  • Coceira em excesso

Ao surgimento de algum dos efeitos colaterais citados acima, ou qualquer outra reação adversa causada durante o tratamento, informe o médico especialista e notifique a ANVISA.

Composição do Cloridrato de Ambroxol

Cada 1 ml do Cloridrato de Ambroxol xarope para uso adulto possui os seguintes componentes:

  • 6 mg de cloridrato de ambroxol.
  • Excipientes: glicerol, carmelose sódica, metilparabeno, propilparabeno, ácido cítrico mono-hidratado, essência de limão, aroma de menta, álcool etílico, sacarose e água purificada.

Cada 1 ml do Cloridrato de Ambroxol xarope para uso pediátrico possui os seguintes componentes:

  • 3 mg de cloridrato de ambroxol.
  • Excipientes: glicerol, carmelose sódica, metilparabeno, propilparabeno, ácido cítrico mono-hidratado, essência de framboesa, álcool etílico, sacarose e água purificada.

Cada um ml de Cloridrato de Ambroxol solução oral, que equivale a 25 gotas, contêm:

  • 7,5 mg de cloridrato de ambroxol
  • Excipientes: sorbitol, metilparabeno, propilparabeno, ácido cítrico mono-hidratado, álcool etílico e água purificada.

Superdosagem

Ainda não foram diagnósticos de sintomas específicos nos pacientes que tomaram superdosagem do medicamento, quando se toma uma dose diária acima do permitido.

Caso ocorra essa situação, o paciente deve procurar ajuda de um médico especialista, levando a embalagem e bula original do medicamento.

Precauções do Cloridrato de Ambroxol

Além das contraindicações, a utilização do Cloridrato de Ambroxol possui algumas precauções a serem seguidas por todos que pretendem iniciar, ou já iniciaram, o tratamento com o medicamento. São elas:

  • Caso ocorrer lesões ou reações cutâneas ou nas musosas, é necessário o paciente informar seu médico especialista para ele dar as orientações necessário. O tratamento com o Cloridrato de Ambroxol, normalmente, deve ser cessado nesses casos.
  • Em pacientes com problemas respiratórios agudos devem informar o médico, caso os sintomas não tenham melhoras durante o tratamento com Cloridrato de Ambroxol.
  • Pacientes com insuficiência renal devem ter cautela ao fazer a utilização do medicamento.
  • É necessário ter cautela ao fazer a utilização do medicamento para uso pediátrico.
  • Mulheres grávidas não devem fazer uso do Cloridrato de Ambroxol durante o primeiro trimestre. Durante o segundo e terceiro trimestre é necessário buscar orientação de um médico.
  • Mulheres que estejam amamentando não devem utilizar o medicamento.

Interação do Cloridrato de Ambroxol com outros remédios

A única interação medicamentosa que o medicamento possui é:

  • A coadministração do Cloridrato de Ambroxol junto de antibióticos, pode produzir concentrações antibióticas elevadas no tecido pulmonar.

Cloridrato de Ambroxol Preço

O genérico Cloridrato de Ambroxol é encontrado sendo comercializado nas principais farmácias populares, sendo apresentados com diversos tipos de fabricantes. Não é necessário uma receita e prescrição médica para sua aquisição, porém sempre é indicado buscar orientação do médico especialista antes de dar início ao tratamento.

O Cloridrato de Ambroxol xarope mais barato é da Teuto, com um preço variante de R$8 a R$12 pelo frasco contendo 120 ml + o copo medidor.

O Cloridrato de Ambroxol solução oral com aplicação em gotas mais barato é da Prati-Donaduzzi, com um preço variante de R$5 a R$12 pelo frasco contendo 50 ml + o gotejador.

Pergunta dos leitores

Cloridrato de Ambroxol é indicado para bebê?

Para crianças com idade menor do que 2 anos, o tratamento de doenças broncopulmonares com Cloridrato de Ambroxol xarope ou solução oral só pode ser iniciado com orientação médica próxima, para não trazer problemas futuros ao bebê.

Cloridrato de Ambroxol serve para tosse seca?

Sim, um dos sintomas que o medicamento Cloridrato de Ambroxol xarope ou em gotas consegue aliviar é a tosse seca, presente na maioria das doenças broncopulmonares.