Condroflex Bula – Indicações, Posologia, Efeitos Colaterais – Bula Rápida

Dores e doenças nas articulações do corpo podem ser extremamente desconfortáveis para nosso dia a dia. Quando há uma situação dessa, além da incômoda dor que sentimos, nossa movimentação pode estar bastante limitada, impedindo que possamos ter um dia mais tranquilo. Além disso, essas doenças pode ocasionar em pioras clínicas graves se não tratadas. Condroflex pode ajudar!

Condroflex é um medicamento que surgiu para corrigir esses problemas. Conheça um pouco mais sobre ele.

Para que serve o Condroflex ( indicações )

Esse medicamento é utilizado e indicado para o tratamento de artrose e/ou osteoartrite. Pode ser em sua forma primária (como doença principal) ou em secundária (sendo consequência de uma outra doença). Além disso, Condroflex trata todas as manifestações e tipos da artrose e osteoartrite.

Essas doenças se caracterizam quando há um processo degenerativo e presença de inflamação (com uma considerável dor) nas juntas e articulações que ficam nas extremidades dos ossos. Existe também a inflamação do tecido flexível (cartilagem) que envolve as juntas e articulações. Também se caracteriza como doenças relacionadas à artrose e osteoartrite.


Como funciona o Condroflex

Esse medicamento funciona ao agir diretamente sobre a cartilagem que envolve toda a articulação. Ao fazer isso, ela promove um fortalecimento local, fazendo com que ela se regenere e diminua (ou retire totalmente) a inflamação local e, como consequência, suma com a dor.

Apesar disso, Condroflex precisa ser usado por, no mínimo, três semanas para que suas funções anti-inflamatória e retardação do processo degenerativo ocorra. Quando começar a fazer efeito, será perceptível a melhora da dor e a volta dos movimentos. Pois, essas doenças atacam pontos responsáveis por nos ajudar a realizar qualquer tipo de movimento.

Como usar o Condroflex

Condroflex cápsula

Condroflex em cápsulas deve ser sempre administrado por via oral e em nenhuma hipótese a cápsula deve ser aberta, partida ou mastigada.

A posologia para todos os pacientes é: ingerir uma cápsula três vezes ao dia ou, de acordo com a orientação médica, três cápsulas uma vez ao dia. Em todas as hipóteses, sempre acompanhado de água e, de preferência, durante ou logo após uma refeição.

O tempo total de tratamento fica a critério do médico responsável. Pois, a doença pode se encontrar em diversos níveis que se relacionam diretamente com o grau de degeneração e inflamação local.

Condroflex sachêArtrose

O sachê também deve ser ingerido apenas por via oral. A posologia indicada é a ingestão de 1 sachê dissolvido em 250 ml de água todos os dias. Após colocar o medicamento na água, aguarde entre 2 e 5 minutos e só então mexa a solução com uma colher. Não faça uso deste medicamento sem esse tempo de espera e sem misturar totalmente as substâncias.

A duração do tratamento também ficará a critério do médico responsável, sendo que ele indicará o nível de sua doença e quão prejudicada já estão suas articulações e afins.

Composição do Condroflex

As composições são diferentes em suas duas fórmulas, que são em cápsulas e em sachê.

Em cápsula, cada unidade de Condroflex possui 400 mg de sulfato sódico de condroitina e 500 mg de sulfato de glicosamina (que equivale a 628 mg de sulfato sódico de glicosamina). Seus excipientes são povidona K30, álcool etílico (que evapora durante a fabricação) e estearato de magnésio.

Já no caso de sachê, o medicamento que vem em pó é composto por 1,2 g de sulfato sódico de condroitina e 1,5g de sulfato de glicosamina (que equivale a 1,884 g de sulfato sódico de glicosamina). Seus excipientes são: macrogol, ácido cítrico anidro, bicarbonato de sódio, sacarina sódica, aspartamo, ciclamato sódico e essência de limão, além de possui corantes de tartrazina e azul brilhante FCF.

Contraindicação do Condroflex

É uma medicação que possui algumas importantes contraindicações.

Jamais faça uso de Condroflex se você tiver alergia (hipersensibilidade) à condroitina, glicosamina ou então a qualquer componente da fórmula. Além disso, não use se estiver grávida ou amamentando sem que haja orientação e autorização médica.

Caso possui alguma insuficiência renal (problemas nos rins) severa, também não ingira Condroflex. Também não faça isso se for portador de fenilcetonúria.

Esse é um medicamento indicado apenas para adultos. É contraindicada a administração dele para menores de 18 anos.

Efeitos colaterais do Condroflex

Algumas reações adversas foram observadas em alguns pacientes que fazem uso de Condroflex. Entre os efeitos colaterais negativos mais comuns, estão: diarreia, náusea, desconforto gástrico, cefaleia (dor de cabeça) e prurido (coceira). Estes efeitos podem variar sua intensidade de leve para moderada. Ainda podem ocorrer algumas reações alérgicas cutâneas, como erupções na pele.

Além disso, foram observadas algumas reações (em casos isolados) mais incomuns, como taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos) e edema periférico (inchaço nas extremidades). Algumas reações bastante raras foram insônia e sonolência. Efeitos mais leves como vômito, dispepsia (dificuldade de digestão), dor abdominal, azia, constipação (prisão de ventre) e anorexia (ocasionada pela diminuição ou perda do apetite) também foram observados.

Superdosagem do Condroflex

 

Ainda não foi descoberto nenhum antídoto específico para Condroflex, especialmente em caso de superdosagem. E também não foram observadas reações severas no caso de dosagem excessiva de Condroflex. Apesar disso, fique sempre de olho nas possíveis alterações vitais e, se vierem a ocorrer, compareça com urgência no hospital ou pronto-socorro mais próximo.

O que será feito em situações como esta são as medidas de suporte clínico e o tratamento sintomático, visando aliviar qualquer sintoma que venha a surgir.

Precauções

Caso você pertença a alguns dos grupos abaixo, tome mais cuidado ao administrar Condroflex, pois seus efeitos colaterais negativos podem se intensificar ou então ocorrer a piora de seu quadro clínico geral.

Condroflex

Pessoas com distúrbios gastrointestinais (localizados na região do estômago e intestino) podem sentir piora dos problemas relacionados ao intestino e estômago. Além disso, pacientes com histórico de úlcera gástrica (que ocorre no estômago) ou úlcera intestinal (que ocorre no intestino) podem sentir muito desconforto ao ingerir Condroflex. Por isso é indicado sempre tomar este remédio acompanhado de água e durante ou após as refeições.

Pessoas que possuem diabetes mellitus devem tomar muito cuidado ao administrar esta medicação. Assim como também ocorre com pacientes com problemas no sistema hematopoiético (sistema de produção do sangue) e também com problemas relacionados à coagulação sanguínea, pois há risco anticoagulante na condroitina,

Além disso, pacientes com insuficiência renal, hepática ou cardíaca (leve, moderada ou grave) precisam informar seu médico antes de fazer uso de Condroflex. Se o paciente possuir péptica (úlcera na mucosa do duodeno ou do estômago) acompanhado ou não de sangramento gastrointestinal durante o tratamento, não deixe de informar seu médico, pois poderá se fazer necessária a utilização de Condroflex.

Por fim, evite ingerir bebidas alcoólicas durante todo o tratamento com Condroflex.

Interação do Condroflex com outros remédios

O paciente deverá utilizar Condroflex com bastante cautela (e sempre informar ao médico responsável) se já estiver fazendo uso dos seguintes medicamentos: penicilina, tetraciclinas, cloranfenicol, anticoagulantes (como os varfarina e aspirina) e diuréticos (por exemplo, hidroclorotiazida). O uso em conjunto pode trazer diversos efeitos colaterais bastante indesejáveis.

O uso de Condroflex junto com medicamentos da classe dos analgésicos (usados para dor) e dos antiinflamatórios esteroidais (corticoides), além dos não-esteroidais (AINEs) está liberado.

Armazenamento

O medicamento Condroflex precisa ser sempre armazenado em temperatura ambiente, que varia ente 15º e 30ºC, protegido da luz e de qualquer umidade. A data de validade, data de fabricação e número do lote estão em sua embalagem. Jamais faça uso deste medicamento se ele estiver com o prazo de validade vencido. Sempre o mantenha em sua embalagem original.

Para evitar possíveis confusões, as características de Condroflex em cápsulas são: é uma cápsula gelatinosa que contém um pó de coloração amarelada.

Condroflex Preço

Condroflex é um medicamento de uso oral e indicado para adultos, tanto em cápsulas quanto em sachês. O laboratório de produção é o Zodiac.

Candroflex em cápsulas (500 mg + 400 mg) pode ser encontrado em embalagens com 20, 40 ou 60 unidades. Seu preço varia entre R$ 80 e R$ 110. Já Condroflex em sachê (1,5 g + 1,2 g) é em pó e suas embalagens possuem 7, 15 ou 30 sachês. A embalagem de 30 sachês custa em média R$ 130.

É necessária a apresentação de receita médica branca comum para comprar Condroflex, tanto em cápsula quanto em comprimido.

Condroflex Genérico

Não há laboratório fabricando e nem produzindo genérico de Condroflex, apenas similares. Não use nenhum similar sem autorização médica. Pois, sua fórmula e indicação principal pode ser muito diferente, ocasionando em diversos efeitos colaterais inesperados.

Pergunta dos leitores

Condroflex engorda?

Não, Condroflex não engorda. O que geralmente acontece é uma confusão, pois o componente sulfato de glicosamina (presente na fórmula de Condroflex) as vezes é confundido com a glicose, que nada mais é do que açúcar (e aí sim poderia causar mudança no peso). Mas ambos não são a mesma coisa. Aliás, glicosamina é uma substância já presente em nossas cartilagens, portanto ela já faz parte de nosso organismo.

Caso venha a sentir algumas alterações de peso e acredite que está relacionada diretamente ao Condroflex, compareça ao médico para descobrir o motivo de isso estar acontecendo.