Diprospan – Bula, Para que serve, Efeitos Colaterais, Contraindicação

Diprospan é um medicamento produzido pelo laboratório Mantecorp, sendo utilizado para o tratamento de doenças crônicas (que persiste por períodos superiores a seis meses e não se resolve em um curto espaço de tempo) e doenças agudas (que têm um curso acelerado, terminando com convalescença ou morte em menos de três meses) nos seguintes casos:

  • Alergias;
  • Inchaços;
  • Asma;
  • Rinite;
  • Bronquite;
  • Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica;
  • Artrites;
  • Osteoartrite;
  • Colite ulcerativa;
  • Lesões musculares;
  • Torcicolo;
  • Bursite;
  • Lombalgia;
  • Dermatite;
  • Lúpus;
  • Tumores malignos;

O medicamento apresenta-se em embalagem com 1 ampola e seringa descartável esterilizada.

Para que serve Diprospan ( Indicação )

Diprospan é um medicamento injetável que serve para o tratamento de doenças ósseas, respiratórias e de pele.  Diprospan é composto pelos princípios ativos dipropionato de betametasona e fosfato dissódico de betametasona que quando injetado é rapidamente absorvido pelo organismo do paciente, podendo controlar os sintomas da doença por longo período de tempo.


O medicamento é indicado para as seguintes doenças musculares:

  • osteoartrite,
  • epicondilite,
  • exostose,
  • bursite,
  • radiculite,
  • fascite,
  • ciática,
  • torcicolo,

Diprospan serve para o tratamento das seguintes doenças respiratórias:

  • asma brônquica crônica,
  • febre-do-feno,
  • edema angioneurótico,
  • bronquite alérgica,
  • rinite alérgica,
  • reações medicamentosas,
  • doença do sono,
  • picadas de insetos.

Para doenças de pele, o medicamento é eficaz no tratamento de:

Diprospan

  • dermatite atópica,
  • neurodermatite,
  • dermatite de contato,
  • dermatite solar grave,
  • urticária,
  • líquen plano hipertrófico,
  • necrobiose lipoídica diabética,
  • queda de cabelo,
  • lúpus eritematoso discóide,
  • psoríase,
  • quelóides,
  • pênfigo,
  • dermatite herpetiforme,
  • acne cística.

O medicamento também é indicado no tratamento do lúpus eritematoso sistêmico, esclerodermia, dermatomiosite e periarterite nodosa.

Como funciona

O Diprospan possui ação anti-inflamatória, antialérgica e antirreumática, que tem como objetivo reduzir a inflamação, irritação e dor, servindo também para o tratamento de problemas de pele.

Diprospan tempo de efeito

Após administração intra-articular de Diprospan Injetável, o paciente já consegue sentir o alívio da dor dentro de 2 a 4 horas. Esse alívio persiste em até 4 semanas ou mais na maioria dos casos, não sendo necessário nesse período utilizar novamente o medicamento.

Benefícios do Diprospan

Quando injetado, o medicamento é absorvido imediatamente pelo organismo, sendo capaz de controlar os sintomas da doença por longo período de tempo.

Outro benefício do Diprospan é a redução da inflamação, irritação da pele e dor, sendo também eficaz nos problemas de pele, artrite e outros problemas articulares.

O medicamento pode ser utilizado por gestantes em risco de parto prematuro, pois as suas substâncias ajudam a amadurecer os pulmões do bebê, prevenindo possíveis problemas respiratórios em recém-nascidos.

Como usar Diprospan injeção

Para o tratamento sistêmico, o recomendado para a dose inicial é de 1 a 2 ml através de injeção intramuscular profunda na região glútea.

As próximas dosagens irão depender da gravidade do paciente e da sua resposta terapêutica.

Em doenças do trato respiratório, os sintomas apresentam melhorias dentro de poucas horas após a injeção, sendo recomendado de 1 a 2 ml do medicamento para que ocorra eficácia no tratamento da asma, febre, bronquite e rinite alérgica.

O uso de outros anestésicos juntamente com Diprospan raramente é necessário, caso ocorra, o medicamento poderá ser misturado somente na seringa e não no frasco com lidocaína ou procaína 1% a 2% ou anestésicos locais similares. Medicamentos que contenham metilparabeno, propilparabeno e fenol, por exemplo, devem ser evitados.

A dose necessária de Diprospan Injetável é transferida para a seringa e, em seguida, o anestésico. A mistura na seringa deve ser agitada levemente.

 

Uma única injeção intra-articular de Diprospan injetável é bem tolerada pela articulação e pelos tecidos periarticulares. As doses recomendadas para injeção intra-articular são: De 1 a 2 ml em grandes articulações (joelho, bacia, ombro), 0,5 a 1 ml em médias articulações (cotovelo, punho, tornozelo) e 0,25 a 0,5 ml em pequenas articulações (pé, mão, tórax).

Após ser obtida uma resposta favorável ao tratamento, a dosagem de manutenção deve ser determinada através da diminuição da dose inicial em intervalos apropriados até que seja encontrada a dose mínima capaz de manter uma resposta clínica adequada.

Contraindicações

Diprospan injetável é contraindicado em pacientes que tenham alergia aos componentes da fórmula.

O medicamento não é recomendado em pacientes com infecções sistêmicas por fungos

Diprospan não deve ser administrada por via intramuscular em pacientes com púrpura trombocitopênica idiopática.

Não é indicado para pacientes com menos de 15 anos de idade.

Composição Diprospan injetável

Cada ml de Diprospan injetável possui 6,43 mg de dipropionato de betametasona (equivalente a 5 mg de betametasona) e 2,63 mg de fosfato dissódico de betametasona (equivalente a 2 mg de betametasona), em veículo estéril.

Os excipientes do medicamento são: polissorbato 80, fosfato de sódio dibásico, álcool benzílico, carboximetilcelulose sódica, cloreto de sódio, metilparabeno, polietilenoglicol,edetato dissódico, propilparabeno e água para injeção.

Efeitos colaterais Diprospan

Os efeitos colaterais ocorrem entre 0,5% a 5% dos pacientes que utilizam Diprospan.

Os efeitos colaterais mais comuns causados pelo medicamento são insônia, dificuldade em deglutir, aumento do apetite, aumento da incidência de infeções, osteoporosa, convulsões, catarata e sangramento gastrointestinal.

Interação com outros medicamentos

O uso concomitante do Diprospan e fenobarbital, rifampicina, fenitoína ou efedrina pode aumentar o metabolismo do corticosteróide, reduzindo, assim, seus efeitos terapêuticos.

Utilizar o Diprospan ao mesmo tempo com diuréticos depletores de potássio pode acabar aumentando a hipocalemia.

Os efeitos combinados de anti-inflamatórios não-esteróides ou álcool com corticóides podem agravar ulcerações gastrintestinais.

Para pacientes diabéticos poderão ser necessários reajustes posológicos dos hipoglicemiantes e da insulina.

Precauções

Diprospan injetável não deve ser usado por via intravenosa ou subcutânea.

A aplicação do medicamento deverá ser feita em grandes massas musculares para evitar atrofia tissular local.

Nos casos de tratamento prolongado, deverá ser considerada a transferência da aplicação do medicamento para via oral, depois da avaliação dos potenciais benefícios e riscos.

Durante o tratamento com Diprospan, os pacientes não poderão ser vacinados contra a varíola.

O tratamento com Diprospan pode alterar a motilidade e o número de espermatozóides.

Superdosagem

A superdosagem de Diprospan pode provocar diversas reações adversas, onde o recomendado é que o paciente procure uma emergência médica, para que possa ser avaliado o quadro clínico do paciente de forma sintomática.

Diprospan Genérico

O genérico do Diprospan é: Dipropionato de Betametasona + Fosfato Dissódico de Betametasona, onde possui o mesmo efeito terapêutico, pois contém a mesma substância ativa. O produto similar possui as mesmas vantagens e riscos do  Diprospan

Diprospan Injeção

Diprospan Preço e onde comprar

Diprospan injetável é uma suspensão aquosa estéril de dipropionato de betametasona e fosfato dissódico de betametasona, que causam diversos efeitos metabólicos e modificam a resposta imunológica do organismo a diversos estímulos, sendo eficaz no tratamento de doenças responsivas aos corticóides.

Para adquirir o medicamento é necessário apresentação de receita médica (branca comum). Diprospan injetável pode ser adquirido em farmácias e redes de drogarias de todo o país pelo preço médio de R$19,41 a R$36,52.

Perguntas dos leitores

Existe Diprospan comprimido?

Não. Diprospan é de uso injetável, não existindo a sua versão em comprimido.

Diprospan engorda?

Por ser um remédio corticoide, o Diprospan pode causar o ganho de peso, onde o seu uso também provoca o aumento do apetite, porém cada organismo pode reagir de um jeito durante o tratamento.

Caso o paciente observe um aumento de peso considerável e o motivo for apenas o uso do medicamento, o mesmo deverá interromper o uso do Diprospan e consultar o seu médico para uma avaliação clínica.

Diprospan é corticoide?

Diprospan é corticoide (um hormônio normalmente fabricado pela glândula suprarrenal), onde cumpre funções importantes no organismo, tendo ação anti-inflamatória, mas também pode apresentar reações adversas, por isso não é recomendado o uso de Diprospan a longo prazo e nem em superdosagem.