Noregyna é Mensal ou Trimestral? Como Tomar? Efeitos Colaterais

Noregyna se trata de uma solução injetável indicada para mulheres na idade fértil, que querem prevenir a gravidez. O medicamento é fabricado pelo Laboratório Mabra.

Para que serve o Noregyna

Como já mencionado, Noregyna é um contraceptivo de uso injetável para prevenir a gravidez. Trata-se de um medicamento extremamente eficaz para o controle da natalidade.

Se usado corretamente, sem atrasos na aplicação da injeção, a taxa de sucesso na prevenção da gravidez ultrapassa os 99%.

Como funciona o Noregyna

Noregyna se trata de um contraceptivo injetável combinado. É composto por dois hormônios femininos que evitam a contracepção: o valerato de estradiol (um estrogênio) e o enantato de noretisterona (um progestágeno).


O contraceptivo é formulado por preparação de depósito. Com isso, os componentes da fórmula de Noregyna são liberados no organismo de forma bastante lenta, de forma que a paciente necessita de apenas uma aplicação mensal para contar com os seus efeitos contraceptivos.

Como usar o Noregyna

Como Tomar Noregyna

Como já mencionado, o índice de falhas de Noregyna é baixíssimo, quando o medicamento é corretamente aplicado na mulher que deseja prevenir uma possível gravidez. Uma aplicação mensal do medicamento é suficiente para manter a usuária protegida por 30 dias.

Porém, após esse período, uma nova aplicação do medicamento deve ser feita. Caso essa posologia não seja seguida à risca, a mulher corre grandes riscos de engravidar.

Noregyna deve ser administrado por via intramuscular profunda. Recomenda-se a aplicação na região dos glúteos ou dos braços. A injeção deve ser administrada de forma bastante lenta na paciente. Alem disso, o medicamento deve ser utilizado imediatamente após a sua abertura e preparação – caso contrário, os componentes da fórmula podem sofrer alterações.

Composição

Cada ampola contendo 1 mL do contraceptivo injetável Noregyna contém: 50 mg de Enantato de noretisterona e 5 mg de Valerato de estradiol.

Além dos excipientes inativos: óleo de ricínio e benzoato de benzila.

Contraindicação

Por se tratar de um contraceptivo combinado, o uso de Noregyna apresenta algumas contraindicações, assim como acontece com pílulas combinadas.

Assim, Noregyna não deve ser utilizado nas seguintes situações relacionadas abaixo:

  • Caso a mulher apresente histórico atual, anterior ou recente da presença de coágulo em veias do pulmão (embolia pulmonar), da perna (trombose) ou em qualquer outra região do corpo.
  • Histórico atual,anterior ou recente de derrame cerebral ou de ataque cardíaco, ocasionados pela incidência de coágulo ou  rompimento de vasos sanguíneos cerebrais.
  • Casos de Histórico atual, anterior ou recentes de problemas que podem gerar ataques cardíacos (como angina) ou de  derrames.
  • Casos de incidência de risco elevado para o desenvolvimento de coágulos nas artérias ou venosos.
  • Histórico atual, anterior ou recente de enxaquecas acompanhadas por sintomas, como dificuldades na fala, na visão, fraqueza muscular ou adormecimentos em qualquer região do corpo.
  • Portadoras de Diabetes mellitus.
  • Casos de histórico atual, anterior ou recente de doenças hepáticas, com sintomas como coceiras ou amarelamento da pele.
  • Histórico atual, anterior ou recente da presença de cânceres que correm o risco de se desenvolverem com o uso de  hormônios sexuais. Exemplos: câncer nos órgãos genitais e câncer de mama.
  • Histórico ou presença de tumores benignos ou malignos no fígado.
  • Existência de sangramentos vaginais sem motivos.
  • Suspeita ou confirmação de gravidez.
  • Casos de sensibilidade ou alergia ao valerato de estradiol , ao enantato de noretisterona ou ao qualquer outro componente da fórmula de Noregyna, podendo ocasionar erupções na pele, coceiras ou inchaços.

Precauções

Além das contraindicações, algumas precauções devem ser levadas em consideração antes da mulher utilizar Noregyna. Nas condições citadas a seguir, recomenda-se a interrupção do uso de Noregyna – devendo a mulher recorrer a outros métodos contraceptivos, como o uso de preservativo durante as relações sexuais.

Confira a seguir as principais precauções de Noregyna:

Noregyna não protege a mulher de infecções e DST’s (doenças sexualmente transmissíveis).

Antes de começar a utilizar Noregyna, algumas condições devem ser obrigatoriamente relatadas ao seu médico ginecologista, como:

  • Tabagismo
  • Excesso de peso (obesidade);
  • Diabetes tipo 1 ou 2
  • Alterações nos batimentos do coração ou em válvulas cardíacas
  • Pressão alta
  • Veias varicosas
  • Inflamação das veias, como a flebite
  • Ataques cardíacos ou Derrames cerebrais na família
  • Familiares que tiveram coágulos como Embolia pulmonar, Trombose ou em qualquer outra parte do corpo
  • Epilepsia
  • Enxaquecas
  • Colesterol alto
  • Triglicérides
  • Doenças na vesícula biliar ou hepáticas
  • Familiares com câncer de mama
  • Lúpus
  • Síndrome hemolítico urêmica ( alteração na coagulação sanguínea)
  • Colite ulcerativa
  • Doença de Crohn
  • Anemia
  • Dificuldades de audição
  • Herpes
  • Porfiria
  • Coreia de Sydenham (doença neurológica)
  • Cloasma (coloração marrom ou amarelada na pele do rosto);
  • Angioedema hereditário; entre outras.

Na presença dessas situações, o médico ginecologista, provavelmente, indicará outros tipos de medicamentos contraceptivos ou avaliar o risco x benefício do uso de Noregyna.

Efeitos colaterais do Noregyna

O uso de Noregyna pode causar alguns efeitos colaterais. Discuta com o seu médico o risco x benefício, caso você apresente muitos desconfortos com o uso deste contraceptivo.

Noregyna
  • Reações comuns (ocorrem entre 1 e 10 em cada 100): dor no abdômen, náuseas, enjoos, dores de cabeça, aumento do peso corporal, alterações de humor, sintomas depressivos, inchaço e/ou dores nas mamas.
  • Reações incomuns (ocorrem entre 1 e 10 em cada 1.000): diarreia, vômitos, enxaquecas, retenção hídrica, redução da libido, erupções na pele. urticárias.
  • Reações  raras (ocorrem entre 1 e 10 em cada 10.000): reações alérgicas, intolerância ao uso de lentes de contato, redução do peso corporal, secreções vaginais, aumento do libido, eritema, secreção nas mamas.

Também foram relatados os seguintes efeitos colaterais em pacientes que fizeram uso de anticoncepcionais orais combinados (COC):

  • Derrame
  • Distúrbios tromboembólicos nas veias ou artérias
  • Intolerância à glicose
  • Alterações na resistência à insulina
  • Pressão alta
  • Alteração das funções hepáticas
  • Desenvolvimento de tumores benignos e malignos no fígado
  • Angioedema hereditário
  • Cloasma, entre outros.

Superdosagem

Não existem relatos de efeitos graves ocasionados pela superdosagem de anticoncepcionais combinados. Porém, caso haja superdosagem, a paciente deve procurar atendimento médico de emergência. Medidas de suporte provavelmente serão necessárias.

Para mais informações sobre a superdosagem de Noregyna, entre em contato com o número de telefone  0800 722 6001 (a ligação é gratuita para todo o país).

Interação do Noregyna com outros remédios

O uso de Noregyna pode ocasionar interação medicamentosa com outros remédios. Confira abaixo as principais interações que podem ocorrer:

  • Alguns medicamentos podem ter sua eficácia reduzida se usados concomitantemente com Noregyna. Exemplos: barbitúricos, fenitoínas,  carbamazepina, primidona, oxcarbazepina, rifampicina, felbamato, topiramato,  Erva de São João e griseofulvina.
  • Noregyna pode interferir no processo de metabolização de alguns fármacos, como a ciclosporina.
  • O uso de Noregyna pode causar alterações no resultados de alguns exames laboratoriais, como das funções tireoidianas, funções do fígado, funções adrenal e renal, níveis plasmáticos de proteínas, parâmetros da coagulação e fibrinólise.

Noregyna Preço

Noregyna injetável, contendo 1 ampola da medicação, 1 seringa e 1 agulha custa em média R$ 28,90. O preço pode apresentar variação de acordo com o estabelecimento que comercializa o medicamento.

Para adquirir Noregyna não são necessárias a apresentação e a retenção da receita médica. Porém, o uso do contraceptivo sem autorização do médico ginecologista é totalmente contraindicado, pois pode trazer graves riscos a sua saúde.

Noregyna Genérico

Não existem, até o momento, versões genéricas para Noregyna. O que é possível de se encontrar no mercado são contraceptivos genéricos com componentes semelhantes a Noregyna.

Além disso, há contraceptivos injetáveis fabricados por outros laboratórios, com a mesma fórmula de Noregyna.

Pergunta dos leitores

NOREGYNA É MENSAL OU TRIMESTRAL

Noregyna é mensal ou trimestral?

Noregyna exige a aplicação de uma ampola por mês. No mês seguinte, para manter-se protegida de uma eventual gravidez, a paciente deve providenciar nova aplicação.

Noregyna e Mesigyna são iguais?

A composição de Noregyna e Mesigyna são iguais: enantato de noretisterona e valerato de estradiol. Noregyna é fabricado pelo Laboratório Mabra, enquanto Mesigyna pertence ao Laboratório Pharmaceuticals.

A Injeção do Noregyna pode falhar?

Dificilmente. Quando Noregyna é utilizado corretamente, seu índice de falha é menor do que 1%.